Posts Tagged ‘douguiníssimo’

Varal Poético – Douguiníssimo

domingo, maio 11, 2014

Douguiníssimo (Douglas Aparecido): Poeta, Performer, Agitador Cultural, Videomaker e Fotógrafo. Nascido e criado em Ouro Preto, Minas Gerais, cidade cuja existência se deve a ganância e febre provocada pelo ouro. Nesta antiga vila rica, constitui-se pensador livre pelo curso de filosofia da UFOP. Ativista Cultural, é um dos idealizadores do Movimento Orgânico Imaginário, cuja essência é refletir e desenvolver ações que possibilitem construir novas formas de existência e convívio na nossa massacrante sociedade. Se apropria da poesia, como quem empunha uma arma e através das palavras lança o grito que ecoa e ressoa em todos aqueles que se sensibilizam com o impacto desses versos.

Aos Dr.s da Saúde Mental

Declaro para todos os fins, minha veemente e instituída loucura.
Aquela boa e velha, descabida e maldizida.
A mesma que levou Zaratustra pra montanha
Jesus pro deserto
Icaro pro sol
E Jonas pra baleia.

A mesma que fez Quixote se atracar com moinhos,
Kafka a perder-se de si mesmo,
Torquato Neto a matar-se num banheiro
Cazuza a viver amores inventados
Nero a botar fogo em Roma
E Moises a cruzar o mar vermelho.

Permitam-me, Dr.s da Saúde Mental.
Por favor, me respondam:
Como manter a sanidade nesta ridicularizante sociedade?
Como manter-se mudo diante de uma corja de boas-vidas, pernas-longas e umbigos-miúdos?
Como levar a sério esta estrutura nefanda e carcomida, que só é adoecedora e anti-vida?

Estou aqui vomitando palavras, a verborragia é um efeito do contágio.
Estou doente, veementemente demente, de mente cheia de tudo isto!
Trago o cansaço dos justos injustiçados, sou o eco dos gritos amordaçados!

Dr.s, por favor, tem remédio?
Tem? Remédio?
Por mim, tomem receita:
Loucura pouca é bobagem, eis o antídoto desta antibiótica sacanagem.

Anúncios